segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Cachorrinho bagunceiro





ONTEM ENCONTREI NA RUA
NO MEIO DA LIXARADA

UM CACHORRO VAGABUNDO
DAQUELA RAÇA: VIRA LATA!

ME OLHOU COMO UM PEDINTE, 
TÃO TRISTINHO QUE DEU DÓ!
EU, ENTÃO, DESAVISADO
O PEGUEI, DE UMA VEZ SÓ!

MAL ENTROU EM MINHA CASA
COMEÇOU O ARRUACEIRO
A MORDER O PÉ DA MESA, 
O CHINELO E O TRAVESSEIRO!

ACHEI QUE ESTAVA COM FOME
E, DE FATO, SE FARTOU!
BEBEU ÁGUA FEITO LOUCO, 
POR POUCO NÃO SE ENGASGOU!

OS DIAS FORAM PASSANDO
E O CÃOZINHO, À VONTADE!
VIROU O DONO DA CASA
SEM DÓ E NEM PIEDADE!

LATIA PRÁ TODO MUNDO, 
ERA UM GRANDE VALENTÃO
MAS SE ALGUÉM SE APROXIMASSE
ELE LHE LAMBIA A MÃO!

DESTRUIU O MEU CANTEIRO
QUE PLANTEI COM TANTO AMOR, 
TINHA UM SOFÁ SÓ PRÁ ELE
EM FRENTE AO TELEVISOR.

DEITAVA EM SUA CAMINHA, 
MAS SÓ PARA DISFARÇAR...
DEPOIS SORRATEIRAMENTE
AOS MEUS PÉS VINHA FICAR.

CACHORRINHO BAGUNCEIRO
ÀS VEZES QUIS ABRIR MÃO...
MAS ERA TÃO AMOROSO
QUE GANHOU MEU CORAÇÃO!



Olá amigas e amigos blogueiros!

Esta é uma poesia antiga, mas ando muito saudosista ultimamente...

Quero agradecer a presença de todos por aqui e dizer que estou também no blog da Chica:

Desejo uma semana de muitas alegrias a vocês!






15 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Anne,lendo a sua poesia,lembrei de um cãozinho idêntico a esse que pegamos em uma praça e estava dentro de uma caixa de leite,mal conseguia andar de tanta fraqueza,estava mais ou menos com 3 meses.Levamos ao veterinário tomou todos os medicamentos,vacinas e fortificantes.Hoje ele está com quase 16 anos e é o nosso velhinho e fiel amigo.
Adorei ler.
Bjs-Carmen Lúcia.

✿ chica disse...

Anne ,que amor de poesia e de cachorrinho!Sempre inspirada e fico tão feliz em te ver! beijos, obrigadão sempre,chica

Anete disse...

Versos muito legais e que cachorrinho tão querido!
Um abraço grande...

Célia Rangel disse...

Linda poesia que reflete o humano de todos nós por amor a nossos cãezinhos! Bom ler você, Anne!
Abraço.

Poesia do Bem disse...

Fico feliz em te ver de volta seja com uma poesia antiga e linda, ou com novidades, já passei no cantinho da Chica para te ler, amei. bjs

Ana Bailune disse...

Lindo!
Os donos não somos nós; são eles!

Clau disse...

Boa noite Anne :)
O cachorrinho bagunceiro,
ganhou até uma poesia!
Todo cãozinho especialista
em 'traquinagem' é bem amoroso!rs
Bjs!

Toninho disse...

Até gostei deste fanfarrão,kkk
Muito bonita poesia Anne.
Claro que já lhe vi pelo Instante.
Meu abraço e boa semana.

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Não preciso nem dizer que amei este doce "bichinho"...rs
Tenha uma linda tarde, Anne querida.
Um forte abraço e beijinhos de
Verena e Bichinhos.

Lulu on the sky disse...

Achei uma graça essa poesia.
Hoje no blog, tenho uma blogueira convidada no Lulu Entrevista.
Big Beijos

Roselia Bezerra disse...

Boa noite, querida amiga Anne!
Ele é muito esperto,isso sim! rs...
Eles são assim mesmo como nos descreveu... carinhosos aos extremos...
Bjm muito fraterno

Bia Hain disse...

Olá, Anne, como vai?
Que bom que retornou, eu não sabia, rsrsrs, vi sua poesia no blog da Chica! Estarei aqui mais vezes visitando sua inspiração! Abraços!

pensandoemfamilia disse...

Lindo versejar que mostra o sedução do seu bichinho.
bjs

Amanda Apolinário disse...

Que delicia de poema,
Com amor vim te saudar
Pelo cãozinho bagunceiro
O meu dia alegrar!!

Um grande abraço e saudação!!!

Maria Rodrigues disse...

Que ternura de poesia, adorei.
Beijinhos
Maria

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...