sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Tem na cozinha

Tem na cozinha

(Anne Lieri)





Na cozinha tem panela,
Tempero e colher de pau,
Tem chuchu, tem berinjela
Doce açúcar, muito sal.



Tem o frio da geladeira,
Tem o quente do fogão,
Avental da cozinheira,
E uma pia com sabão.



Tem um prato voador
E xícara de café,
Tem um liquidificador,
Geladinho e picolé.




Alguns bolinhos de chuva,
Torta do sol, Pão de mel,
Suco natural de uva
Na cozinha tem pastel.




Receitas de um velho livro,
Com o bolo da vovó,
Pano bordado e antigo,
Toalha de rococó.








29 comentários:

Tina Bau Couto disse...

Saboroso poetar :)

Maria disse...

Delicia de imagem, deliciosas palavras!
Beijinhos
Maria

✿ chica disse...

Que linda poesia e tem tudo isso mesmo numa cozinha e não pode faltar o amor na hora de cozinhar, pois tem dias que tenho vontade de jogar as panelas pela janela,rs...bjs praianos,chica

Gracita disse...

Bom dia Anne querida
Um poema saboroso e mágico. Como sempre um deleite te ler minha querida amiga. Passando para matar as saudades e deixar o meu carinho. Um magnífico final de semana
Beijinhos com ternura e afeto
Gracita

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Que linda poesia e tema.
Cozinha é pura magia e alquimia.
um ótimo fim de semana para ti.
abração com carinho

Rô... disse...

oi Anne,

me fez lembrar o tempo que eu passava junto com minha avó na cozinha,
foi um tempo maravilhoso,
se fechar os olhos consigo sentir o cheirinho da sua comida...
e dos doces...e de tudo!!!

beijinhos

Renata Diniz disse...

Anne! Na cozinha também tem poesia! Linda! Beijo!

Genis Borges disse...

Que cozinha deliciosa!
Bjus

Marlene disse...

Quantas delicias nesta cozinha que nos leva a viajar no tempo que delicia
vim deixar um abraço saudades de voce Anne bjs com carinho marlene

Bell disse...

A imagem me fez recordar da infância das brincadeiras de casinha,tudo era uma delicia.

Tenha uma abençoado fds, regado de paz e amor =)

Dorli disse...

Oi Anne
Apesar de ter nascido menina e me casado duas vezes, pois o primeiro morreu, nunca brinquei de casinha e nem boneca, minha mãe sempre questionava e eu falava. Eu não gosto, e realmente minha vida foi só trabalhar fora. A única coisa que não deixava ninguém fazer pra mim era cozinhar.
Minhas brincadeiras eram de meninos.kkkk.
Mas o que está em questão é sua linda poesia toda rimadinha e feita com perfeição.
Fiquei feliz
Beijos
Lua Singular

Berço do Mundo disse...

Quero uma cozinha dessas, Anne!!!! Doces versinhos para uns mini chefs.
Beijinho, um doce fim-de-semana
Ruthia d'O Berço do Mundo

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
Um mimo de poesia! Que lindo! Nao faltou referenciar nada! Sempre muito atenta! parabens
Beijinhos
Beatriz

Vane M. disse...

Ah, que delícia de se ler!!! Eu gosto demais da cozinha, é minha "zona restrita", hahaha, quando estou lé ninguém á pitaco, hahaha. Adorei a leveza do escrito! Um abraço!

blog Homeopatia do amor

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Tem na cozinha docinhos e pudim de pão
Vóvis Verena ama de paixão
Come de montão...
Depois se queixa que engordou um tantão...rs
Lindos versinhos, Anne
Bem do seu jeitinho
Um beijinho carinhoso de
Verena e Bichinhos

Filha do Rei disse...

Agora me deu saudade!! Comecei a lembrar das minhas panelinhas, na qual eu fazia comida através da imaginação e convidava o meu vô para tomar café :) Uma saudade feliz. Bjsss

Lucimar da Silva Moreira disse...

Eu adoro a minha cozinha lá eu invento de tudo, amei a poesia a cozinha é um dos lugares que mais gosto, Anne te desejo um ótimo final de semana beijos.
http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

Lilá(s) disse...

Ai que saudade da minha cozinha de criança! que docinhos bons de farinha e açúcar eu fazia...
Bjs

Anete disse...

Poesia doce e suave, Anne! Lendo, lembramos da infância e ao mesmo tempo pensamos no presente... Amor, carinho e vibração precisamos em todo tempo para lidar com a tal da "cozinha"...
Brinquei muito com panelinhas e fogão... Mas também de pegar libélulas, gafanhotos e joaninhas...
Beijos

Silvana Haddad disse...

Ai, que coisa fofa.
Na cozinha tem bom-papo, degustação de vinho, cheiros, aromas, sabores e muita comilança, rsrsrsrs.
Bjs.:
Sil

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

E gente pra ficar beliscando nas panelas, como eu rs rs.

Daniel Costa disse...

Anne, aqui sendo a tua poesia pueril, é muito agradável e eu gosto.

ॐ Shirley ॐ disse...

Poesia doce como o doce da vovó.
Anne, beijos!

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida amiga Anne
Sim, uma cozinha feliz é quando toso estão ao redor dela esperando ser posta a mesa... com vontade de dizer: quero mais!!!
Saudade das férias...
Bjm fraterno

Poesia do Bem disse...

Alice aodra inventar na cozinha, agora está sempre querendo lavar louça e olha lava direitinho hehehe. Gosta de preparar café , suco,e bolo. E quando eu preparo o prato dela quer que eu faça sempre as carinhas, de meninas heheh. Tem vc no blog

Amara Mourige disse...

Que lindo Anne,
Na cozinha tem muito amor, e doces para os netinhos!
Beijos
Amara

Cristi@ne disse...

Que fofo esse poema...amei :)


Aproveitando, fiz uma tag no blog Livros, Leitura e Cia e queria te convidar a responder, fique a vontade ok?

Bjinhos e um abençoado fim de semana,
Cris

Ailime disse...

Olá Anne, uma cozinha linda, onde tudo é encantador e que a bela poesia define de uma forma muito terna e doce . Beijinhos e bom fim de semana. Ailime

Beth/Lilás disse...

Ai que lindinha sua poesia, Anne! Ainda colocou uma imagem muito fofinha e que me trouxe recordações infantis, uma delas era da brincadeira com panelinhas, pegando terra, misturando com água, fazendo bolinhos, servindo pras amigas.
Como era boa minha infância e eu nem tinha este fogão maneiro da menininha da foto.
um beijo grande carioca


Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...