quinta-feira, 2 de maio de 2013

Estica e puxa


Estica e puxa

(Anne Lieri)


estrelas

A cada dia que passa
Fico mais alto e grandão
A mamãe vem e me abraça
Moro no seu coração!



É um tal de estica e puxa
Quero alcançar o céu
O corpinho até repuxa
Faz o maior escarcéu.



As calças de pula brejo
Camisa mostra o umbigo
Sinto um pouco de tejo
Cada vez sou mais comprido.



Já sento numa cadeira
E os pés alcançam o chão
Depressa escalo a mangueira
Que fica no meu portão.



Parece que tem fermento
Na receita que Deus fez.
Desse jeito, não aguento
Cresci por dois ou por três!



Enquanto dura o estirão
Brinco de bola na rua
Do jeito que as coisas vão
Vou chegar até a lua!






25 comentários:

✿ chica disse...

Linda,Anne e olhando aqui em casa para os guris, fico até com pena de vê-los crescer assim. Voa, passa rápido e eles esticam! beijos,chica

Aleatoriamente disse...

Risos...
Que poema mais cheio de charme e mimo!
Tens o milagre da poesia Anne, lindo, lindo e lindo.

Beijinho e bom dia!

carol guezdan disse...

Que lindo Anne,coloquei uma regua para medir as meninas,elas crescem tão rápido,a mais velha deu 10 cm de um ano a outro,a pequena não fica muito atrás que agora com 2 1/2 anos está com 6 cm a mais do que o ano passado.
Lindo poema.
Beijinhos

Beth/Lilás disse...

Anne, suas poesias, além de lindas, deixam mensagens, gosto imensamente disso.
beijinhos cariocas outonais


Tunin disse...

E crescem com tanta rapidez que nos assustam.
E você falou muito bem desse puxa estica, num poema gracioso e cheio de crescimento literário.
Abração, Anne!

Tetê - Sem Neuras disse...

Anne, só levando assim na brincadeira! Essa hora que a gente expicha mais do que as colegas de escola é triste... Eu sempre fui a mais comprida e me sentia um patinho feio! Se eu tivesse lido esse poema aos 9 anos ficaria muito feliz, sabia? Bjks Tetê - Avaliando a Vida

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Anne
Lindo e humorado.
Bjux

luna luna disse...

e como crescem depressa
beijos

SANTA CRUZ DIÁCONO GOMES disse...

Anne: Um poema para infantis mas com muito charme adorei.
Beijos
Santa Cruz

Sandra Subtil disse...

Uma graça de poema!

Cheio de ritmo.

Beijinhos

Recanto das Mamães Blogueiras disse...

Olá Anne que linda essa poesia vou copiar para ler para meus alunos
Agradeço seus comentários no meu post sobre redes sociais.
Beijocas da Cris Chabes e da equipe Recanto das Mamães Blogueiras

Luma Rosa disse...

Hahahaha Li aqui para o menininho que cresce, cresce... onde isso vai parar?
Se me visse agora, estou com um sorriso de orelha a orelha. Adorei!!
Beijus,

Sônia Silvino, Crazy about Blogs! disse...

E como crescem rápido!
Minha ídola, minha TOP!
Agradeço a sua paciência e generosidade por me visitar mesmo eu não podendo retribuir.
Mas agora tudo vai voltar ao normal.
Estou usando o Mozilla.
Beijos, muitos beijos, amiga querida!

Maria Luiza disse...

Que amorzinho, esse menino esticão!E vc por ser também um amorzão ganhou uma tag lá no Alfa& Ômega. Fique a vontade para pegá-la ou não! Beijinhos!

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Anne, kkk! É isso mesmo. A poesia fez o gráfico do desenvolvimento direitinho.
bjs
Manoel

Cristi@ne disse...

Que fofinho amiga!
Já está bem crescido esse menino... hehehe, amei!
Bjinhosss

Vivian Fernandes de Goes disse...

Bom dia,Anne!!!

Linda poesia!!! E como esticam rápido!!!!rsrs E adoram!!
O Ni e a Ju estão sempre se medindo!! A Ju me disse que tem "muitos metros"!rsrs
Beijos, querida!!

Maria Alice Cerqueira disse...

Bom dia Anne
Que Linda Poesia!
Como crescem de pressa as nossas crianças.
Querida Anne tem um lindo fim de semana coberto pela paz e Amor de Deus Nosso Senhor
Abraço amigo!
Alice

Maria Alice Cerqueira disse...

Bom dia Anne
Que Linda Poesia!
Como crescem de pressa as nossas crianças.
Querida Anne tem um lindo fim de semana coberto pela paz e Amor de Deus Nosso Senhor
Abraço amigo!
Alice

Majoli disse...

Eita, mas que versos mais DELICIOSOS esses!!
Sorri, pois o meu filho do meio está assim, num estica, que já nem puxo mais,senão pra passar pelos portais de dentro de casa, terá que abaixar a cabeça...rsrs.

Anne, saudades!

Beijos com muito carinho.

Jovita Capitão disse...

Poema leve e engraçado :) Gostei!!!

http://rainhadasinsonias.blogspot.pt/

Pequeno Príncipe disse...

Anne, minha mãe e minha vovó sempre me falam como você cresceu está um meninão!
Anne, beijinhos no seu coração!
Pedro

Antonio Pereira Apon disse...

Olá Anne.

Que bonitinho! Quando somos pequeninos, a lua fica logo ali, mas a gente cresce, estica e parece que Deus a lua puxa para mais longe daqui.

Um abração e bom fim de semana.

Andre Mansim disse...

Puxa Anne! Que lindo poema. Eu tenho um nenê de um ano e dois meses e esse poema é verdadeiro se comparado a essas vidinhas tão jovens!

Um beijão e tenha um lindo final de semana!

Filha do Rei disse...

Anne, realmente eles crescem de uma hora para outra.Tenha uma semana abençoada.Bjss

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...