quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Jandira quer casar



solidão


JANDIRA QUER CASAR
( Anne Lieri)


Jandira busca o homem perfeito,
Moreno, alto, bonito e sensual...
Alguém que não tenha defeito
E que ainda por cima seja legal!


Passa o tempo na janela
Pois ele pode passar!
Deixa a porta sem tramela
Pra que ele possa entrar!


Passa na janela,o tempo...
Cadê o príncipe encantado?
Talvez chegue num rebento
Com o dia ensolarado!


Passa, passa o gavião
Passa, passa até três vezes!
Onde está seu coração?
Passam semanas e meses!


Jandira ainda a esperar
Pelo marido ideal!
Sei costurar e lavar,
Na cozinha sou a tal!

E prepara o enxoval
Colchas de linho,bordados...
O vestido nupcial
Vai ficando amarelado!


Ela espera um namorado
Na janela a espiar
O tempo passa apressado
Jandira fica a olhar!


Esperou tanto a coitada!
Não viu passar seu amor!
Envelhecida e assustada
Jandira agora é só dor!



Essa é a minha participação na 59ª edição poemas do Projeto Bloinques com tema: espera.
Clique no link para participar:



25 comentários:

Celina Dutra disse...

Anne querida,
Bela participação, mas pobre Jandira... ou não, ela deve ter visto a banda passar!
Girassóis nos seus dias. Beijos.

✿ chica disse...

Rssss...Que legal!!!Coitada da Jandira que nem viu o bonde passar,srrs beijos,chica

Aleatoriamente disse...

Anne Fiquei com dó. Rsrs.
Mas sabe? Isso também é uma verdade.
Amei teu poema, você é maravilhosa com as palavras.

Beijinho.

Aleatoriamente disse...

Anne Fiquei com dó. Rsrs.
Mas sabe? Isso também é uma verdade.
Amei teu poema, você é maravilhosa com as palavras.

Beijinho.

Ivana disse...

Isso que dá idealizar, rsss
Bjs de um ótimo dia

Su disse...

Anne, adoreiiiii, perfeita a sua participação...
E quantas Jandiras, ficam a esperar esperar... eu diria a escolher escolher... e nunca nada está bom, pois a perfeição não existe...

Beijosssss e lindo dia por aí!

Su.

Meri Pellens disse...

Quem escolhe muito acaba escolhida, isso quando escolhem rs...
Agradeço sua visita e palavras, Anne.
Beijinho e muita paz!

Tunin disse...

Anne, acredita que, em minha infância, eu conheci uma Jandira mais ou menos assim? Ela se enfeitava toda e ficava na janela para ver se algum gajo se encantava por ela. As fuxiqueiras da rua metiam a língua na pobre(risos).O poema ficou demais, Anne! Abração.

Maria Alice Cerqueira disse...

Ola Anne
Tedinha da jardineira.
Anne fui lá no recanto vi a minha mensagen, lá ficou muito mais linda! rsrs
Obrigada pelo carinho.
até breve.
bjsssssss
tenha um lindo dia
Maria Alice

Leninha disse...

Querida Anne,boa tarde!!!

E o tempo passou,a vida se foi e ela continuou na janela...perdeu o trem da história e o trem da vida.


Bjsssssssss carinhosos,
Leninha

Mamãezinha disse...

Muito bom, Anne. Coitada da Jandira! Beijos!

coresdocaminho/Alice disse...

Oi Anne, coitada mesmo da Jandira, mas dizem que quem muito escolhe, acaba sendo escolhido... rsrsrs
Bjs amadinha

Filha do Rei disse...

Coloquei meus óculos cor de rosa, entrei e amei.Resolvi ser um dos amigos que voa contigo.:) Bjs

Luciana Mira disse...

hkkkkkkkkkkkkkkkkkkk essa imagem foi otima!

Meire disse...

Anne linda, rachei de rir da imagem rsrs
isso é um grande problema hj em dia, as pessoas ficam querendo encontrar pessoas perfeitas, e isso não existe.
Vc é demais minha doce menina!

bjokitas recheadas de carinho.

Palavras disse...

Adorei Anne!!!!

Quantas e quantas Jandiras nós não conhecemos por aí????!!!!

É uma pena, normalmente são pessoas incríveis e lindas, que não percebem que se tornaram "Jandiras"...

Bjs

Bergilde disse...

Oh Jandira,será que você não é uma parente minha???Anne,gosto muito também do seu lado humorístico nas poesias.
Grande abraço!

LUCONI disse...

Amiga estou até sem jeito para comentar, realmente fiquei triste ao ver que não te abracei no seu dia, perdão mais uma vez, agora infelizmente existem muitas Jandiras neste vida, coitadas, ah não estou conseguindo enxergar o que escrevo desculpe se houver erros acho que é minha louca internet, beijos Luconi

ValeriaC disse...

Adorei Anne...pobre Jandira, não se deu conta na vida, que não existe ninguém do jeitinho que fantasiamos e no mundo encontramos pessoas reais com defeitos e qualidades, como o é cada um de nós.
Beijinhos e feliz dia amiga...
Valéria

Maria Alice Cerqueira disse...

Muito bom dia amiga
Obrigada pelo carinho lá no meu cantinho.
Hoje vim lhe pedir uma forcinha muito especial para realizarmos um sonho muito antigo que é cobrir a quadra de esportes de nossas crianças.
Só com sua ajuda podemos chegar a concretização deste sonho
Visite o link
http://www.mariaalicecerqueira.com/2011/10/nossas-80-criancas-carentes-estao.html
Conheça as nossas crianças !
Desde de já lhe agradecemos do fundo do nosso coração
Se poder me envie um e-mail para alicefdesa@gmail.com
Para lhe enviar o Nº da agencia e conta
Pode ajudar com o valor que você poder .
Tenha uma linda semana coberta de muito Amor
E paz
Abraço Amigo!
Maria Alice

Pepi disse...

Coitada da Jandira, Tia Anne
Que pena!!
A fila anda...rsrs
Lambeijos e Ronrons de
Pepi e Xixo

Nuvembranca disse...

Parabéns pela participação. Lindo poema e a imagem é bárbara! Ahahahah, pobrezinha... Beijo da nuvem.

♫*Isa Mar disse...

Tadinha da Jandira, logo ela perceberá que a perfeição só em contos de fada, no mundo real todos temos defeitos, mas também qualidades.
Lindo poetar Anne, beijosssss

Toninhobira disse...

Muito boa Anne,já dei uma boa gargalhada nesta pobre coitada,que tambem acredita em Papai Noel descendo lareira.
Bela participação com sua Jandira.
Meu abraço carinhoso.
Bju.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As vezes a pessoa
que amamos
passa ao nosso lado,
mas estamos tão cegos
em nossa procura,
que nem sequer o vemos...


Que sempre existam mãos
para "carinhar" o teu dia.

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...