terça-feira, 22 de julho de 2014

Coração partido

Coração partido

(Anne Lieri)





Menininha que cresceu
Com sonhos e ilusões
Muitos limites venceu
Entre folguedos, canções...



Veio a brisa com carinhos,
Veio a paz de um céu azul,
Criou asas: passarinho...
Voou leve: norte a sul.



Aprendeu a semear
Belas flores no jardim,
Ler, escrever e sonhar
Criar histórias sem fim.



Sua boneca deixou
Enfeitando num cantinho,
Outros mares navegou
Afastou-se do teu ninho.



E agora a tempestade
(Verdadeiro furacão!)
Vem como paixão que arde
E parte o teu coração!





 Penso que os filhos não deveriam crescer...





34 comentários:

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

Que lindo texto,Anne. Sou a primeira a comentar. Eternamente criança!

Saudades e suas visitas a meu espaço,querida.

Beijos e uma semana de alegrias

Donetzka

Face Book:

https://www.facebook.com/donetzka.cercck

Twitter: @donetzka13

Instagram: @donetzka

http://instagram.com/donetzka

Flickr(Minha galeria de imagens):

https://www.flickr.com/photos/123498631@N06/

Blog Magia de Donetzka

✿ chica disse...

Anne, que linda, cheia de sensibilidade e verdades tua poesia! E seria mesmo bom se os filhos ficassem sempre crianças.Doces lembranças. Mas até os netos crescem... beijos praianos, tuuuuuudo de bom,chica

Andre Mansim disse...

Hahahahaha, Anne! Eu ainda tô na fase do filho criancinha e posso te afirmar que estou amando!
Daqui a uns anos te falo sobre como vai ser vê-lo crescer!

Mas o poema é lindo, como sempre!

Rô... disse...

oi Anne,

ah, seria maravilhoso se eles continuassem crianças pra sempre...
tenho saudades dos meus meninos...

beijinhos

Poesia do Bem disse...

Penso nisso todo dia. Medo de ver a Alice crescer, se machucar, q a gente que é mãe quer sempre proteger né? bjs

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa dia querida Anne
Que linda poesia!
Seria tão que para crescer não precisasse quebrar o coração. Seria tão bom que...
Tenha um lindo dia!
Bjsssss no seu lindo coração
Maria Alice

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Assim também penso amiga Anne!
Que os filhos não crescessem e ficassem sempre embaixo de nossas asas,mas não podemos e não devemos,precisamos dar
a liberdade para que façam seus voos sozinhos
Linda poesia.
bjs
Carmen Lúcia..

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Infelizmente eles crescem, Anne
Agora estou esperando um netinho ou netinha...rs
Mas vai demorar...
Linda semaninha para você.
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

Sissym Mascarenhas disse...

Querida amiga,

Voce disse tudo, e acrescentou muito bem o pensamento do Cascão e a eterna Clarice. Lembrei de mim, já faz tanto tempo... e agora vejo as mudanças na minha filha de 13 anos. Adorei.

Bjs

Bell disse...

Seria bom se os filhos sempre fossem pequenos, apesar que para todas as mães sempre serão vistos assim.

bjokas =)

Rosemildo Sales Furtado disse...

Não sei ainda o porquê Anne, mas meus filhos já me deram netos e continuam sendo "meus meninos". Rsrs. Obrigado amiga, por teres me proporcionado a leitura de mais um belo poema.

Beijos e uma ótima semana para ti e para os teus.

Furtado.

Tina Bau Couto disse...

Penso que deviam, devem e nós devemos aprender com eles
Não sofrer por eles, sofrer com e as vezes
Faz bem a eles e a nós, fortalece, como diz o dito popular, o que não mata, ensina a viver
Pois a dor, as alegrias, a tristeza e os perrengues são parte de um mesmo pacote e o ruim redimensiona o bom

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Infelizmente não tem netinho á vista, Anne
A Karol está pensando em "encomendar" um...rs

Ficou uma graça a sua frase.
Obrigada por participar.
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Anne minha linda senti na alma esta poesia, como é verdadeira, mas fazer o quê, temos que dar asas para eles, são eles só um empréstimo de Deus que os Seus filhos nos confia para que os preparemos para a jornada da vida, mas bem que eles poderiam demorar um pouquinho só a mais para fazerem o vôo solo, bjos Luconi

Patrícia disse...

Q lindo, Anne...e adoro a Lispector!! Filhos para pais na vdd nunca crescem, até hj eu já com meus 30 e tal, minha mãe qdo saí comigo fala: "Olha a poça dágua aí, menina!!!" "Cuidado com degrau" e por aí vai ...bem coisa de criança!!!
Eu não tenho filhos, mas tenho sobrinhos adolescentes e sempre faço o mesmo kkk
Bjs

Rick disse...

Muito meigo Anne. Como sempre.
Boa noite, um beijo.

Amara Mourige disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amara Mourige disse...

É Anne,nossas meninas crescem criam asas e se tornam meninas voadoras!
Beijos
Amara

Amara Mourige disse...

É Anne, nossas meninas crescem criam asas e sai voando por ai! Viram meninas voadoras!
Beijos
Amara

Zizi Santos disse...

Anne
Tão sensível poesia que me arrepia lembrar
Da saudade que da quando os filhos já não são
Mais crianças .
Meu filho, ao casar, me deu um texto onde a águia gentilmente

Zizi Santos disse...

Os empurrava para o primeiro vôo,
Chorei muito!


Bjo tenha um lindo dia
Zizi

Ana Bailune disse...

Enquanto lia, já chegando ao finalzinho, pensei em comentar: "A menina cresceu."
Acho que acertei...

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia, Anne, que belos versos para nos dizer que crescer dói muito.

Meu coração bateu mais forte,pois me levou a minha infância e quantas coisas ficaram por lá.O pior é que não sei o caminho de volta para ser criança novamente. Você foi brilhante em sua escrita. Grande beijo!

mz disse...

Anne, é difícil constatarmos que chega o momento em que os filhos não nos pertencem, são do mundo também. Mas é lindo sentir que a sua meninice fica no nosso coração.

Bjs,
mz

Luiz Cidreira disse...

É como dizia D. Hilda (minha mãe) criamos filhos para o mundo.
Eu já sofro de saudades há muitos anos, pois a minha filha mora lá em Esteio RS. é mole.
Abraço

Magia da Inês disse...

¸.•°♪
O que dizer? Amei esse post.

Boa quarta-feira!
Beijinhos do Brasil.

♬♫º°

monique larentis disse...

Meu irmão saiu a uma semana de casa, minha mãe está vivendo essa fase agora, de desapego. Mesmo assim, ele ta morando pertinho :)

www.vivendosentimentos.com.br

monique larentis disse...

Criar e amar para depois desapegar..
tudo na nossa vida passa, temos que aproveitar cada momento :)

www.vivendosentimentos.com.br

Sônia Silvino, Crazy about Blogs! disse...

Oi, minha ídola querida!!!!!
Tudo bem?
Infelizmente não há como evitar essas dores no coração. Ah, se pudéssemos...
Beijocas! Muuuuuuitas!

Gracita Fraga disse...

Essa dor sufoca e deixa o coração sangrando. Quem dera tê-los sempre ao nosso lado não é?
Beijos

Araan disse...

Oi, Anne!
Lindo post
Beijinhos

Evanir disse...

Amiga Anne lindo poema infelizmente a gente cresce ,
filhos crescem também os netos.
Na vida tudo muda e renova.
Beijos.
Evanir.

Evanir disse...

Com muito carinho nesse fim de semana
venho desejar muitas coisas abençoadas
para você.
Se Tiver avó..Feliz dia da avó.
Feliz dia do escritor para mim
escritor é todo aquele ,
que escreve um livro ou simplesmente
uma poesia até mesmo quando escolhe um poema.
O fato de escolher um poema ou um texto
para postagem não deixa de participar da vida do escritor.
O escritor esta no coração de cada um de nós.
Eu não me considero importante mais do
que ninguém por ter escrito
um livro.
Um feliz e abençoado final de semana beijos.
Evanir.

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
Um texto maravilhoso!
Acho que,como mãe,nunca conseguirei apagar-me,desaparecer,fingir que não existo...
Haja cola,para juntar tantos pedacinhos de corações partidos!
Parabéns
Um beijinho
Beatriz

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...