terça-feira, 18 de março de 2014

Mãe coruja

Mãe coruja

(Anne Lieri)




A estranha corujinha
Num vôo silencioso
Gira a cabeça todinha
Com jeito misterioso.



Seu olhar tão vigilante
Parece olhar a alma
A coruja é intrigante
Voa leve, muito calma!



Dizem que ela adivinha
Qual o futuro da gente
Sei só que é bonitinha
Tem carinha inteligente!




Fica acordada ao luar
Vigia seus filhotinhos
Gavião pode chegar
Devorá-los rapidinho!



Por isso a mãe é coruja
Não mexa se está quietinha
Se ela piar, não fuja!
Só protege seus filhinhos!



29 comentários:

Toninho disse...

Lindinha esta coruja literalmente.
Bela e gostosa leitura.
Meu abraço Anne.

Beth/Lilás disse...

Anne você é uma graça, consegue escrever uma linda poesia e ainda ensinar às crianças o modo desta intrigante ave e o seu significado e a comparação entre ela e a mãe humana, pois somos mesmo parecidas com uma corujinha.
E que imagem linda, adorei, poderia servir como uma ideia para pintar.
beijos cariocas


Maria disse...

Como sempre uma poesia linda de uma leveza aparente mas de uma profundidade muito real...gosto tanto de passar por aqui!! Também adorei a corujinha!!!
Beijinhos
Maria

Dulce Morais disse...

Que corujinha mais doce, Anne :)
Adorável e lindo!
Beijinhos!

Allê Monteiro disse...

Que coisinha lindaaaaaaaaaaaaaaaa...eu amo corujas!!!!!!!!!!!!!!!
Amei!!!!!
Vou começar a participar...hahahaah!!!
Bjsssssssss
Allê Monteiro

✿ chica disse...

E como elasa cuidam dos seus filhinhos!!! Passar perto delas pode ser arriscado,rs LINDA poesia! bjs,chica

Patricia Galis disse...

Lindo escrito Anne, aqui em casa tem uma família de corujas e é assim mesmo, a mãe sempre zelosa.

Célia Rangel disse...

Essa poesia ficou lindinha! Convivi muitos anos com uma corujinha sobre o telhado da minha escola! Amava!
Bjks.

Tunin disse...

A coruja merece tão lindo poema! Até a minha adolescência, não curtia coruja, achava-a feia, agourenta, tudo porque nas cidades pequenas correm a lenda que quando a coruja pia no telhado, anuncia a morte de alguém. Isso me causava frio na barriga. Quando comecei ler sobre essas criaturinhas percebi que são muito inteligentes e não agoura ninguém. Passei a amá-las.
Abração.

Carlos Hamilton disse...

Oi Anne, que maravilha isso. Gosto de corujas, não tenho nenhum problema com elas.

Abraços

Tina Bau Couto disse...

Lindo poeminha e linda corujinha :)

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
A imagem é linda e o poema também.
Essa ave de rapina, nocturna, preocupa-se bastante com os filhotes.Deve ser por isso que dizemos das mulheres que muito bem cuidam dos filhos que são mães- corujas!
No Brasil como em Portugal,segundo os estudiosos,o vocábulo é,de modo geral,sinónimo de mocho, que aqui é o símbolo da sabedoria. No Brasil, imagino que deva haver um grande número de variedades.
Em Portugal Continental temos a Coruja das torres, a coruja alvadia,a coruja branca e bebe-azeite.Não sei de onde lhe vem este nome.
Parabéns pela sua linda composição.
Beijinho
Beatriz

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Uma graça de poesia amiga Anne.
Essa com certeza irei ler ao meu neto,
As vovós também são bem corujas.rsrs
bjs
Carmen Lúcia.

Bell disse...

Eu acho elas fofas, mas tenho medo danado rs...
Fofas nas poesias, no desenhos kkkk

bjokas =)

ONG ALERTA disse...

Mãe tem de ser coruja.....adorei.
Beijo Lisette.

Élys disse...

Doce e encantadora poesia,
Beijos.

Clau disse...

Oi Anne :)
Que fofa essa poesia.
Gosto muito de corujas,
são o símbolo da inteligência e sabedoria.
Bjs!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As mães corujas
nos falam de um amor tão terno,
que a simples lembrança de uma delas,
nos acorda sorrisos e lembranças
dos tempos em que podíamos
dormir em seus braços
ao som maravilhoso de sua voz...

Ser feliz é fazer a vida de alguém
intensamente feliz.

Roberta Andrade disse...

Owww que fofura rsrs...
Eu sou uma mãe coruja.
Minha princesinha é minha bênção maior nessa vida!!!

Linda noite.
Xêro

Lucimar da Silva Moreira disse...

Que linda qual é a mãe que não é coruja, Anne passando pra desejar uma ótima terça-feira beijos.
http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

Andre Mansim disse...

Olha só que corujinha! Eu sou corujão, hahahahahaha, acho o Samuel o mais lindo do mundo!!!

Pérola disse...

Uma coruja muito responsável!

Beijos

Rô... disse...

oi Anne,'

que linda,
acho as corujas lindas,
e agora ainda mais...
sou bem coruja também,cuidar é essencial!!!

beijinhos

Vivian disse...

Bom dia, Anne!!!

Adoro corujas!! E adorei sua poesia!!! Linda!
Beijos e meu carinho!

manuela barroso disse...

Eu que faço coleção d corujinhaas, Imagine-se a minha alegria de criança! E a acompanhar poesia tão linda!
E vou voando, Anne, qual menina voadora!
Se gostei...!
Beijinho meu

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Anne
Mãe coruja é fogo: ama até as últimas consequências...
Bjm fraterno e quaresmal

Minéia Pacheco disse...

Oi Anne,

Aprendi a gostar da coruja, confesso que antes tinha certo medo, mas
depois foi conhecendo-a melhor.

Linda como sempre tua poesia!

Beijos.

✿⊱Lilasesazuis✿⊱by Lígia✿⊱ disse...

Oi, Anne,

Sempre admirei e gostei das corujas.

Seus versos são um encanto para as crianças e para nós!!

Querida, tenha uma noite suave,

beijinhos,

Lígia e =^.^=

Luconi Marcia Maria disse...

Minha linda, na casinha asas dos versos lindas corujinhas com belas mensagens, aqui uma senhora coruja tendo para enfeitá-la seus belos versos, adorei, beijos Luconi

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...