quarta-feira, 10 de julho de 2013

Balançar

Balançar

(Anne Lieri)

balançar


brincar



brincar


brincar

brincar


É muito bom balançar
Numa árvore frondosa
No balanço a flutuar
A menina cor de rosa.



Voa de lá para cá
Depois de lá para aqui
Diversão maior não há
Pra esse lindo guri.



Balança o sonho na mente
Dá o impulso pra voar
Alegria a gente sente
Livre e solto pelo ar.



Cabelos soltos ao vento
As folhas soltas também
Não passe não, senhor Tempo!
Espere chegar meu bem!






39 comentários:

Pequeno Príncipe disse...

Tia Anne, eu adoro balanço!
Minha vovó sempre me leva na pracinha para andar de balanço.
Beijinhos
Pedro

Suzane Weck disse...

Ola menina voadora,o post de hoje está um encanto.Grande beijo da SU.

Sam disse...

Deu vontade de ficar se balançando num desses balanços. Beijos Anne (:
palavras-e-sentimentos.blogspot.com

Nanda Assis disse...

Deus saudades da infancia!!

bjos...

Berço do Mundo disse...

É mesmo uma das melhores sensações do mundo :)
O meu filho, Pedro, aprendeu finalmente a balançar-se sozinho há dias.
É duplamente bom: já não ter que o empurrar de cada vez que vamos ao parque e vê-lo feliz por conseguir voar sozinho!

Beijinho e um doce restinho de semana
Ruthia d'O Berço do Mundo

✿ chica disse...

Lindo e doce balançar. Como é bom,né?

Quem não gosta?


beijos,lindo dia!chica

Bergilde Croce disse...

Lindo modo de balançar Anne.O problema é como diz a mafalda(também gosto desta personagem) que "basta por os pés na Terra que acaba a diversão",rss.Alegra-me te ler!
Abraço carinhoso,

Rô... disse...

oi Anne,

adoro balanços,
já fiz várias postagens sobre eles,
dão uma sensação de voo de liberdade,
de infância,
de quero mais...

beijinhos

Ana Cristina Manhaes disse...

Vim conhecer seu cantinho e gostei muito. Quando puder venha conhecer os meus também.

Crescimento Cristão - Maturidade

&

Blog Crescimento Cristão

TENHO 2 GRUPOS DE DIVULGAÇÃO (UM EM CAD BLOG), VENHA FAZER PARTE :

Entre Blogs Grupo de Divulgação

Parceria Entre Blogs

Bjs

Cris

Célia Rangel disse...

Era minha brincadeira favorita... pois voava em meus sonhos!
Bjs. Célia.

Arlete Mourige disse...

Oi! Que poesia linda! E que saudades do balanço...adorava balanço.Bjs

Lita disse...

Ah, que lindo!!!! Eu sempre adorei balanço (aqui em Portugal chamamos baloiço).
Beijos
Lita

Bell disse...

postagem com gostinho de infância, que delicia rs...
bjokas =)

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Uma poesia leve e muito gostosa de se ler Anne!
Confesso que mesmo com minha idade também adoro balançar,rs.
Amiga acabei de responder o seu e-mail e repassei á minha amiga.
Por favor divulga e se quiser que eu divulgue no meu blog é só me falar.
abração com carinho

Fernanda Oliveira disse...

Olá amiga Anne! Que gracinha de poesia.
Lembre-me agora de quando minha madrinha me levava na pracinha,rs
Poxa que saudade daquele balanço...

Desejo-te uma linda tarde!

Beijos!
Fernanda Oliveira

Fernanda Oliveira disse...

Olá amiga Anne! Que gracinha de poesia.
Lembre-me agora de quando minha madrinha me levava na pracinha,rs
Poxa que saudade daquele balanço...

Desejo-te uma linda tarde!

Beijos!
Fernanda Oliveira

Fernanda Oliveira disse...

Olá amiga Anne! Que gracinha de poesia.
Lembre-me agora de quando minha madrinha me levava na pracinha,rs
Poxa que saudade daquele balanço...

Desejo-te uma linda tarde!

Beijos!
Fernanda Oliveira

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Me lembro com saudade do meu tempo de criança, Anne
Adorava um balanço...rs
Linda tarde
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

Patricia Galis disse...

Lembrei da minha infância agora adorei.

Celina disse...

Oi Anne que saudades do passado quando de cabelos solto me balançava a valer qsem sentir medo de nada, nem quando a minha avó aflita dizia que eu poderia cair, e eu a sorrir respondia que nada vó, estou pertinho do céu.Um abraço fraterno. Celina.

Celina disse...

Oi Anne que saudades do passado quando de cabelos solto me balançava a valer qsem sentir medo de nada, nem quando a minha avó aflita dizia que eu poderia cair, e eu a sorrir respondia que nada vó, estou pertinho do céu.Um abraço fraterno. Celina.

Celina disse...

Oi Anne que saudades do passado quando de cabelos solto me balançava a valer qsem sentir medo de nada, nem quando a minha avó aflita dizia que eu poderia cair, e eu a sorrir respondia que nada vó, estou pertinho do céu.Um abraço fraterno. Celina.

Wanderley Elian Lima disse...

Bons tempo, hoje eu balanço para pagar asa dívidas rsrsrsrs
Bjux

Élys disse...

Um balanço lindo, meigo, adorei!...
Beijos.

Ronilda David Loubah Sofia disse...

Anne cada vez encanto-me com tua capacidade de criar ALEGRIA!!

Lindissimo Amiga,Que os Anjos continuem abençoando-te com esse coração ternurento.

Meu carinhoso abraço, tenha uma noite santa

http://refugio-origens.blogspot.pt/

Tetê - Avaliando a Vida disse...

Anne... é uma das melhores brincadeiras! Lá em Minas eles falam "balangar" e eu fiz muita estripulia num balanço que tinha na mangueira da casa da minha tia Ernestina... as cordas eram compridas e o balanço ia alto... Nem sei como nunca despencamos! Bjks Tetê

Clau disse...

Boa noite Anne :)
O balanço tem graça e magia na infância...(saudade da minha!)
Bjs!

Lu Cidreira disse...

Fui lá pros tempos da década de 50, brinquei muito de gangorra ou balanço, era muito bom.
Adorei as imagens também.
Abraço

♥ Nanda ♥ disse...

amiga tem um mimo na postagem pra vc para agradecer todo o carinho que tem me prestigiado
linda noite bjs

http://palavrasdemenina2010.blogspot.com.br/

Beatriz Bragança disse...

Querida Anne
Ainda hoje gosto de andar de baloiço! Só tenho receio de que eles não aguentem comigo.
As suas imagens e desenhos são muito bonitos e ternurentos.
A sua poesia está também repleta de alegria.Foi um bom regresso ao passado.Muito obrigada.
Beijinhos da
Beatriz

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Oi Anne!
Muito boa poesia e traz ótimas recordações.
Repassei o e-mail par outra amiga que está divulgando também no facebook.
Vou postar as fotos com texto no meu blog.
Por favor vai me dando notícias delas.
abração com carinho

Filha do Rei disse...

Oh, balançar. Oh, doce infância.
Lindo!!Bjs

Nikita disse...

Anne que doçura de poema. Lembrei muito da minha infância, amava balançar e que delícia que eraaaaaa:)

Beijos, Néia

Imaculada disse...

Como é doce te ler!
Viajo no tempo... tenho um balanço numa árvore frondosa onde amo sentar pra escutar os pássaros, as cigarras, as araras ou só sentir a brisa. Amo de paixão!!!
Abraços! Linda tarde pra ti.

Divagações da Mamãe Tê disse...

Que amorzinho de poesia. E no balanço das suas rimas deliciosas eu vou sonhando...

Como é bom ler seus versos...

Beijos Sra Poesia..

Lucimar da Silva Moreira disse...

Lembrei muito da minha infância adorava brincar de balanço, Anne dei uma entrevista para uma grande amiga de blog gostaria de convidar você pra dá uma conferida, ficarei muito feliz com a sua presença, se quiser conferir o link está abaixo, fique com Deus beijos.
http://solteiras-noivas-casadas.blogspot.com.br/2013/07/papo-entre-bloggers-2-lucimar.html

Toninho disse...

Muita ternura neste balançar,que faz relembrar.
Muito lindo Anne.
Uma arte que admiro, esta feita para as crianças.
Parabens sempre por este cantinho lindo.
Abraços e bom fim de semana.
Bjo

Joana Neves disse...

Olá amiga querida! Vim retribuir sua amável visita, ver as novidades e ficar inspirada pelos poemas que colocou e as belas imagens que o acompanham :) Adorei!! ^.^

Um sábado feliz e um bjinho amigo!
Tudo de bom querida!
Joana Neves
http://joana-neves.blogspot.pt

Etienne disse...

Balanço na varanda, na árvore, no parque. Vento no cabelo... Ô, coisa boa! Adorei, Anne. Bjs.

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...