quarta-feira, 17 de abril de 2013

Lá vai o equilibrista


LÁ VAI O EQUILIBRISTA

(Anne Lieri)

circo


Equilibra o equilibrista
Na corda bamba da vida
Essa é a sua pista
Bambeia só na descida.



A lua é seu cenário
A rua, o palco do artista
Um exercício diário
Lá vai o equilibrista...



O povo olha pra cima
Boca aberta, estupefado!
Faça sol ou mude o clima
Equilibra requebrado.



Lá vai o equilibrista
Braços abertos no ar
Embaixo está a florista,
Surpresa no seu olhar!



De bicicleta e cartola
Na corda vai e bambeia
Não cai e a todos acorda
Na noite de lua cheia!




19 comentários:

Rô... disse...

oi Anne,

adorei o bambear do equilibrista,
acima de tudo extremamente elegante,
com sua cartola...

beijinhos

Lis Fernandes disse...

Olá, Anne!
Poesia gostosa de ler.
Admiro muito você e a Chica, escrevem lindamente que nos fazem voltar no tempo.
Obrigada por acordar a criança em mim.
Beijos,
Lis

carol guezdan disse...

Bela poesia Anne,tem um encanto especial em ela.
Gostei muito.
Beijinhos e lindo dia.

Aleatoriamente disse...

E num equilíbrio bonito, e faceiro a poesia se monta bela como a poeta.

Bom dia Anne!

✿ chica disse...

Linda poesia e como ele, temos que nos "equilibrar" a cada dia... beijos,tuuuuuudo de bom,chica

Tina Bau Couto disse...

Lindo poetar e imagem.

Segue mais circo, vida e poesia:

"Vai e vem o trapezista
se balançando no espaço.
Pula a cerca que separa
o circo do céu
e com a cauda de um cometa faz um laço.

Vai e vem o trapezista
desarrumando as estrelas:
Até a lua se assusta,
esconde o rosto no regaço.
volta ao chão o trapezista
refazendo o mundo com seus passos."
Roseana Murray

Divagações da Mamãe Tê disse...

Lindas palavras para um bom equilibrista...

Encantando com seu cai e não cai o "Menina Voadora"

Amo as rimas... elas encantam!

Beijos Anne!

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Ele sempre encanta a todos, crianças, jovens e velhos. E que encantadores versos, dedicados a ele, com a mais bela descrição já vista. Dá pra vê-lo, em ação! Vibrei! Bravo!

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Lindos versinhos, Anne
E nós também, vamos que vamos, nos equilibrando, sempre
Linda tarde para ti
Beijão de
Verena e Bichinhos

♥ Nanda ♥ disse...

fico admirada com sua inspiração
cada vez que venho aqui um texto novinho
linda tarde meus parabéns
bjhttp://palavrasdemenina2010.blogspot.com.br/

Pequeno Príncipe disse...

Lindo Anne, nesse mundo todos nós temos que ser equilibrista.
Pedro está mandando um beijo, estamos indo para a fisio!
Com carinho
Pedro e Amara

Renata Diniz disse...

Anne! Eu também fico de boca aberta quando vejo o espetáculo do equilibrista. Linda poesia! Beijo!

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Oi Anne!
Gostei da criatividade de sua poesia.
E somos equilibristas nesta vida.
abração com carinho

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Anne, muito bem escrito esse poema. Vamos declamando e enxergando as peripécias do equilibrista.
bjs
Manoel

Arnoldo Pimentel disse...

Todos nós temos um pouco do equilibrista, para levar essa vida.Parabéns.

Filha do Rei disse...

E lá vamos nós, os equilibristas.
Bela poesia.Bjs

Aaliyahrj disse...

Que delícia de poesia! A imagem se encaixou perfeitamente!
Bjoks

ॐ Shirley ॐ disse...

Que legal imaginar a cena...(Pois é, Anne, você viu o meu Toquinho? Que saudade).
Beijos, menina!

Sônia Silvino, Crazy about Blogs! disse...

Lindo, Anne!
No sentido metafórico, somos todos equilibristas. kkk
Beijo!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...