sábado, 10 de novembro de 2012

Bicho carpinteiro


BICHO CARPINTEIRO
(Anne Lieri)


cabeça


Esse menino levado
Tem um bicho carpinteiro!
Não pode ficar parado:
Como ele é bagunceiro!



Deixa a mãe descontrolada
E a professora maluquinha
Tem sempre uma coisa errada
E provoca o coleguinha!



Parece que tem coceira
Pula de cá prá lá...
Chega a plantar bananeira
E ás vezes quer voar!



Que fazer com esse menino?
Nunca fica sossegado!
Talvez amarrar um sino
Como se faz com o gado?



Esse bicho carpinteiro
Que pega o menininho
Precisa de um jardineiro
Que lhe dê muito carinho!



Só assim o menininho
Vai ficar bem mais plantado!
Num jardim de pequeninos
Que tem amor duplicado!

15 comentários:

✿ chica disse...

Linda poesia e os bichos carpinteiros precisam carinho.Se acalmam...beijos,chica

Lita disse...

Que lindo poeminha, querida Anne. Levou-me direitinha à minha infância, quando eu não parava quieta e a minha vó dizia que eu tinha bichinhos carpinteiros...
Beijos e bom fim de semana.
Lita

Celina disse...

Oi Anne, que saudades das tuas inteligentes e lindas poesias infantis, tão inocentes e lindas. Isso faz lembrar a minha mãe, eu tive um filho muito levado, não ficava quieto e ela repetia sempre que ele tinha um bicho carpinteiro, cresceu hoje é um bom marido e um pai amoroso. Um abraço carinhoso. Celina

Sandra Subtil disse...

Puxa, parece que estava lendo a descrição de meu filho mais velho. kkkk
Beijo

Renata Diniz disse...

Anne! Conheço alguns bichinhos carpinteiros!! Beijos!

Beatriz Bragança disse...

Somos grandes amigas,a Manuela Barroso e eu e foi assim que cheguei ao seu blog.

Que bela descrição de um menino tão ativo!

Nunca está parado
Descontrola a mãe
É mesmo levado
Na escola também.

Desconcerta a mãe
E a professora
Digamos «Amen»
Com toda a pachorra.

De cá para lá
E a querer voar
Não vai sossegá
'Te experimentar.

Mas, p'ra ter sossego
Esse menininho
Deve ir, e bem cedo
P'ra um coleginho.

Van disse...

Que lindo!

Um jeito doce e amoroso de olhar.

Conheci um menininho assim, tinha bicho carpinteiro, sensível, amoroso, inteligentíssimo e bagunceiro, muito bagunceiro, só o amor, muito amor o domou, hoje é um adulto cheio de energia e muito produtivo, continua sensível e amoroso.

Beijos

Rô... disse...

oi Anne,

senti uma certa familiaridade,
com os meus filhotes...
menino é assim mesmo bichinho carpinteiro...
mas adoro!!!

beijinhos

Rosa Carioca disse...

Eu tenho "uma"! Mas é muito querida!

Mamães em Rede disse...

Olá Anne!

Suas poesias sempre retratando assuntos sérios, mas com resultado melhor do que a gente esperava. Cada poesia, uma belíssima surpresa!

Beijos!

Equipe MR.

EDER RIBEIRO disse...


ah! isso não vale, Anne, vc fotografou o meu Cravinho. Apesar do jardineio aqui bem tratá-lo, esse menino é danado. Bjos.im

Dulce Morais disse...

Muito doce, Ana!
Como sempre, sinto-me criança quando visito o seu blogue.
Adoro!

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Anne, eu estava rindo bastante enquanto lia porque quando criança minha avó falava muito isso para mim, todavia não tinha pensado no porque do bicho carpinteiro. No seu texto encontrei a solução para poder aplicar nessas crianças:

Esse bicho carpinteiro
Que pega o menininho
Precisa de um jardineiro
Que lhe dê muito carinho!



Muito linda a postagem
Beijos
Manoel

LUCONI disse...

Anne tem criança que é assim mesmo, eu tinha um aluno do reforço que não parava sentado, fazia a lição de pé, quando eu a ele perguntei qual era o problema ele me disse TIA EU TENHO CALOR NO BUMBUM,,deixei ele de pé, fazer o que? beijos Luconi

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

A minha irmã tinha bichos carpinteiros quando criança. Era terrível!
Beijooooo!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...