quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Cigarra desafinada


CIGARRA DESAFINADA
(Anne Lieri)

fábulas


Noite de intenso verão
A formiga a descansar.
Foi então que de repente
A cigarra vem cantar!



A formiga está cansada
Trabalhou o dia inteiro
A cigarra é desafinada
Devia cantar no chuveiro!



Sem saber que incomoda
Segue a cigarra contente!
Um som bem legal: da moda
E um zumbido estridente!



A pobre da formiguinha
Não consegue adormecer!
Não agüenta a musiquinha,
Fica surda prá valer!



Travesseiro na cabeça,
Nos ouvidos, algodão!
A cigarra não se toca...
E continua a canção!



Prá acabar com a cantoria
A esperta formiguinha
Chama á sua moradia
A alegre cigarrinha!



Num cantinho aconchegante
Formiga e cigarra a dormir!
Sem brigas e sem levantes,
Floresta toda a sorrir!

22 comentários:

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Uma nova versão da cigarra e da formiga que achei linda e criativa, amiga!
Beijocas!

✿ chica disse...

Lindo e a paz voltou!! Um amor!! beijos,chica

Rô... disse...

oi Anne,

muito espertinha essa formiga...
adorei!!!

beijinhos

Majoli disse...

Duas fofas, formiguinha e cigarra.
Agora fala sério, essa formiguinha é bem esperta, danadinha.

Lindos versos Anne!
Adoro esse misturar de cores que usas.

Beijos com carinho.

ANDRÉA disse...

Amei!!!
Seu cantinho é muito especial

Beijos
Andrea

D. Garcia disse...

Quando percebemos que à nossa natureza pode-se juntar a natureza alheia, convivemos pacificamente e em paz. Bela a fábula poética, Anne. Ensina a ver como a razão deve vencer a emoção negativa e proporcionar equilíbrio sob a proteção divina da tolerância. Abraços.

Genis Borges disse...

Há há! Adorei esta versão!
A formiga e a cigarra fazem parte de nossas infâncias! Adoro.
Bjus, Genis

Paty Michele disse...

Oh, Anne, adorei. Vou ler pro Bento qdo ele chegar da escola.
Fiquei sentida por não ter vindo pra festa de aniversário!!! Mas ainda dá tempo de te desejar mta saúde e luz na sua vida. Vc é mto especial.

Um grande beijo.

EDER RIBEIRO disse...

quem pensava q a cigarra e a formiga findaram o seu ciclo na escrita se enganou. Anne que bela surpresa esse seu poema. Lindo. Bjos.

Kellen Bittencourt disse...

Oii Anne, adoro a história da Cigarra e a Formiga, costumo brincar que sou a cigarra daki de casa e meu marido a formiga rsr
vc a fez a história ainda mais fofa com seus versos! Parabéns bjos

Ana Miranda disse...

Simples:

A formiga foi muito inteligente, colocou a cigarra para dormir gostosinho e todos ficaram felizes!!!

Que soninho bom...

Leninha disse...

Que gracinha esta nova versão de um clássico da Literatura!Mandarei para Ana Paula por email...ela vai adorar.
E hoje temos comemoração no Tudo a Ver...você está convidada, amiga Anne...e o aniversário é de alguém que muito te estima.

Bjssssss,
Leninha

angela vasconcelos disse...

Que legal esta versão! Eu tenho uma coisa em comum com a cigarra, a voz estridente,kkk!

Pepi, Xixo, Juja, Jujuba disse...

Que bom que a cigarra e a formiga ficaram amigas, né?
Para que brigar?
Adoramos os versinhos, tia Anne
Um amor!!
Muitos lambeijinhos e ronrons para você, Fadinha e Momo dos seus "Bichinhos"
Pepi, Xixo, Juja e Jujuba
Vóvis ta mandando um beijinho para tí

Luma Rosa disse...

#Euri, a começar pelo título! Não se aguenta uma cigarra, desafinada então!!
Só você, Anne!!
Fui lá conhecer a página que está sorteando o seu livro e gostei bastante. Estou seguindo para conhecer melhor as Mamães em Rede!!
Bom restinho de semana!! Beijus,

Dolce Vita disse...

Uma versão criativa e encantadora. Bom demais, Anne! Beijos querida

Kelly Andrade disse...

Quando tiver um nenem quero contar esses versinhos, um mimo.

Priscila Ferreira disse...

Gostei da versão, e do final feliz, rs
beijos

Sandra Subtil disse...

Gostei desta continuação da história. Beijoca

Milton Kennedy disse...

Olá amiga Anne Lieri, que poema divertido, rsrsrs.
Há algum tempo também fiz uma modesta homenagem a estes bichinhos cantores da natureza.
Se quiser conferir clique aqui.

Abraços e paz.






Sonhos e Carinhos disse...

Olá amiga voadora...
passando pra ver as 9dades... dei uma risadas aqui lendo seu poema meu anjo..adorei viu..

Tenha um lindo final de semana..
.•*♥.•´✿.•´✿ .•*♥.•´✿.•´✿ Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro para fora,de cada um para todos. Que as pessoas saibam falar, calar, e acima de tudo ouvir. Que tenham amor ou então sintam falta de não tê-lo. Que tenham ideal e medo de perdê-lo. Que amem ao próximo e respeitem sua dor, para que tenhamos certeza de que Viver vale a Pena. .•*♥.•´✿.•´✿ .•*♥.•´✿.•´✿
beijos
Lucinha

Lita disse...

Que ternura, querida Anne! Linda a sua historinha da Cigarra e da Formiga! Amei!
Beijos e bom fim de semana.
Lita

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...