sábado, 22 de setembro de 2012

De casco florido


DE CASCO FLORIDO
(Anne Lieri)



tartarugas


Aquela tartaruguinha
Que apareceu no jardim
Tem o casco bem florido
E agora foge, sim!



Parece um pouco assustada,
Talvez por ser diferente...
A criançada animada
Chegou bem perto, contente!



Que bonito esse bichinho,
Com o casco cheio de flor!
Parece até jardinzinho
Que algum anjinho plantou!



Com as flores coloridas,
Seu andar tão de mansinho...
Mas parece aborrecida
O que pensará da vida?




Os pequenos prosearam
E descobriram, então...
Que a tartaruga chorava
Pois sofreu humilhação!



Por ser assim, tão florida
Alguns bichos estranharam,
E a deixaram ferida
Porque dela não gostaram!



Mas ao ver a criançada
Com tantos cuidados, mimos...
Ficou toda emocionada
E brincou com os pequeninos!


27 comentários:

LUCONI disse...

QUERIDA AMIGA, vou precisar me afastar por uns trinta dias, não ando bem, ando vazia, oca, vou tentar me reencontrar, deixei um último texto lá, estou lhe enviando um email, até a volta, beijos Luconi

Bia Jubiart disse...

Ser diferente, pode ser surpreendente...

Anne, tenha um ótimo sábado!

Bjooooooooo

Berço do Mundo disse...

E viva a diferença. Que mensagem linda e importante através de uma história tão simples!
Parabéns.
Bom fim-de-semana querida
Beijinhos
Ruthia d'O Berço do Mundo

Lucinha disse...

Anne,

Até no mundo animal existe preconceito, mas como na vida real, sempre encontramos aqueles que nos querem da forma que realmente somos.
As tartarugas são encantadoras mesmo com cascos sem flores, imagino essa tão linda a carregar lindas para colorir ainda mais a Primavera.
Um lindo e abençoado final de semana. Beijos

Tina Bau Couto disse...

Ai como amei a tartaruguinha, amei muito.
E o poema tb é pura cor e beleza :)
Um maravilho fds pra vc!

Patricia Galis disse...

Adoro tartarugas vou mostrar esse poema para minha sobrinha.

Célia Rangel disse...

Ser tratada assim com amor e carinho... quem não gosta? Lindo poema! Pureza total!
Bj. Célia.

Catia Bosso disse...

Que seja colorida a vida, assim como o casco lindo da tartaruguinha...



bjssssssss meusssssssss

Boa prima!

Catita

Leninha disse...

Minha querida Anne,

Belíssima forma de saudar a Primavera e de mostrar também como conviver com as diferenças.

Lindo e delicado poema,amiga!

Bjsssss primaveris,
Leninha

João Felipe disse...

muito linda
esa tartaruga

beijos

estou sem internete

Luna disse...

as crianças e os animais cantam em uníssono
beijinhos

Cris Henriques disse...

Olá Anne!

Tudo bem?

Cheguei de mansinho e vim ler-te. Adorei o poema, poderia ser dedicado às crianças por ser encantador e tão puro.

Um beijo,

Cris Henriques

http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

Kellen Bittencourt disse...

Oii Anne, eu sempre sonhei em ter uma tartaruguinha mas nunca ganhei, adoro, as crianças tem um amor mais especial pelos bichinhos do que muitos! Bjinhossss

manuela barroso disse...

Pois é, nem todos lidam bem com diferenças...
Para refletir muito, Anne!
Maravilha como sempre!
Bjisssssss

EDER RIBEIRO disse...

Anne, vir aqui e te ler é deixar nosso lado adulto e incorporar a criança. Bjos.

Sissym disse...

Anne,

Dava para fazer um livro infantil muito encantador.... imagino este poema fofo cheio de ilustrações !

Beijos

✿ chica disse...

Que coisa mais linda,Anne!
Linda inspiração e há quem não goste de ver os outros mais coloridos e enfeitados.Começam a zombar, invejar... Lindo! Adorei! beijos,chica e obrigado pelo carinho!

Fernanda Oliveira disse...

Linda tartaruga amiga Anne. Tão colorida, e é assim como vc acabou de nos contar, alguns se sentem chateados com as cores que Deus nos pintou, mas que possamos agir como uma criança, com sutileza e carinho, com aqueles que não aplaudem as nossas cores. Anne me explique, como posso adquirir seus livros, pois adoraria compra-los. Responda -me, estarei aguardando. Bjs! Fernanda Oliveira

Aleatoriamente disse...

Que charmosinha,
essa tartaruguinha.
Belíssimo texto Anne. Parabéns!

Feliz primavera amada.

Ana Miranda disse...

As diferenças provocam reações adversas, né?

A "bicharada" pode ter humilhado-na por inveja, pois sua diferença deixava-na mais bela, ou mesmo, por ser unicamente diferente...

Linda poesia para trabalhar com as crianças, para tentar fazê-las entender que "ser diferente", não é ser melhor nem pior e que, a diferença está nos olhos de quem vê, pois a pessoas consideradas "diferentes", podem achar "diferentes" todas as outras pessoas que são "iguais".

Você é incrível, Anne.

Faz-se necessário ter um "coraçãozinho muito bom" para escrever assim, com tanta ternura...

Parabéns!!!

Luciana Santa Rita disse...

Oi Anne,

Tudo bem? Não gosto de preconceito contra a tartaruga, pois sempre verifiquei o que acontece com o coelho esperto. Então sou da turma do devagar e sempre.

Lindo texto!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Pois gostei muito de ler e ser diferente às vezes traz muitas
vantagens.
Um bom domingo.
Beijinhos
Irene Alves

Bergilde disse...

Lembrei das lições importantes que as fábulas nos dão.
Respeito às diferenças!
Abraço carinhoso e bom dia pra ti!!!

Filha do Rei disse...

Que encanto de texto.
Tenha uma abençoada semana.Bjs

Pequeno Príncipe disse...

Fiquei encantada com essa tartaruguinha!
O legal é ser diferente!
Com carinho
Pedro e Amara

Elisa T. Campos disse...

Que mimo de verso, Anne
Me fez lembrar da minha tartaruga que tive que dar ao meu irmão, pois constantemente a encontrava de casco pra baixo, a mercê do meu saudoso cãozinho.

Bjs.

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...