terça-feira, 26 de junho de 2012

A letra cursiva vai desaparecer?



educação



A LETRA CURSIVA VAI DESAPARECER?
(Anne Lieri)


Muitos pais se preocupam com a questão da letra cursiva (de mão) no processo de alfabetização da criança.

Com o advento do construtivismo, as escolas passaram a utilizar a letra bastão maiúscula (de fôrma), em detrimento da letra cursiva.

Pesquisas feitas mostram que a letra bastão tem a vantagem de ser mais facilmente reconhecida pela criança e, mesmo invertida é melhor a sua visualização.


educação

Para as crianças é muito mais fácil escrever com a letra bastão do que com a cursiva que exige maior coordenação motora.

Entretanto não podemos esquecer a função histórica da letra de mão. Por que ela apareceu?

Sem muitos rodeios e detalhes, digamos que ela surgiu porque facilitava a escrita mais rápida, pequenas anotações e breves textos.

Com o uso frequente da internet e a não exigência das escolas de educação infantil com relação ao uso da letra cursiva, questiona-se sua tendência em desaparecer com o tempo.

educação


Somente na primeira série a criança aprenderá a fazer o traçado das letras de mão em formato minúsculo e maiúsculo.

Isso não significa que ela não conheça essas letras que podem ser apresentadas durante as leituras, ao contar histórias e a escrita pela professora no quadro.

Por exemplo, durante a construção de um texto coletivo, onde os alunos ditam a história e a professora escreve.

Portanto, não acredito que a letra cursiva vá desaparecer.

Aliás, devemos incentivar mais o uso da letra cursiva, que de alguns anos para cá, tornou-se a "letra maldita", praticamente  proibida de ser ensinada!

Nem tanto ao mar e nem tanto á terra.

Forçar uma criança a fazer o traçado correto da letra aos quatro ou cinco anos, ou em qualquer idade, não concordo.

Não concordo com nada forçado. É desestimulante e sem bons resultados.

Entretanto, se a criança mostra-se interessada, preparada para tal, por que não incentivá-la?

educação


Não há necessidade de “encher cadernos de caligrafia” (embora ajudem muitas vezes!), mas se nossos alunos só escreverem com letra bastão e usando os teclados de um computador, em salas de bate papo, temo muito pelo futuro da língua portuguesa e da comunicação tradicional em geral.

Essa é apenas minha opinião baseada em algumas leituras ao longo da carreira e na vivência em sala de aula, mas aceito novas ideias: o que você acha?

21 comentários:

Bia Jubiart disse...

Anne, como ex educadora, endosso suas palavras...

Bjooooo

✿ chica disse...

Brilhante tua observação,Anne!! Faz falta até a velha e boa caligrafia,penso... beijos,chica

Rô... disse...

oi Anne,

adorei as suas palavras...
tenho saudades dos meus cadernos de caligrafia...

beijinhos

wcastanheira disse...

Além de todas as outras coisas a letra cursiva, revela traços da personalidade, mostra pontos positivos e negativos na pessoa, isto é, expressa um pouco da nossa verdade, sou um sofredor com acaligrafia técnica q tenho q usar por vezes muito embora ele modele também nosso modo de escrever, mas qdo percebo lá estou eu escrevendo letrinhas dezenhadas, mto embora esta bendita máquina chamada computador, hoje esteja a quase anular nossa escreta manual, pra vc minha linda bjos, bjos e bjosssss

PEPI disse...

Querida Anne,
Acho super importante para a criança aprender a escrever tanto na letra cursiva quanto de bastão...mas
Concordo que nada que é obrigado funciona...
Na minha opinião o Pc atrapalha bastante a escrita da criançada
Um beijinho carinhoso de
Verena e Bichinhos

Kellen Bittencourt disse...

Eu sempre insisti p minha filha melhorar a letra e fazer a cursiva, mas desisti, caligrafia então nem pensar, ela escondia os cadernos p não fazer rsrrs, mas como vc e como ex educadora não acredito que chegará ao extremo de desaparecer, mas a internet tem mudado muito a forma de escrever das novas gerações! Bjooooss

Kamila Sensei disse...

Oi Anne, tudo bom?

Mais uma vez venho agradecer o carinho de sempre. Desculpa a demora em aparecer, mas é que alguns problemas surgiram, ai tive que sumir um pouquinho...

Mas enfim, eu acho a letra cursiva muito importante. Mas acho que talvez seja mesmo inevitável que talvez ela desapareça. Embora que ainda demore muito. Muitas coisas começaram a desaparecer por causa da tecnologia. Hoje, por exemplo, não precisamos mais fazer trabalhos escritos a mão, podemos simplesmente imprimir. A própria utilização da escrita, se percebermos, está desaparecendo. Parando para analisar isso, é bem difícil tomar um partido. E, infelizmente, temos muitos educadores que escolhem o mais fácil para dar aos seus alunos. Vejo muito isso nas aulas de pedagogia na faculdade. Nesse caso, existirão muitos que vão aproveitar essa brecha para dizer que ensinar a letra de forma já é o suficiente.
É uma questão realmente difícil.

Abraços
http://suinguken.blogspot.com.br/

Marlene disse...

um belo e exelente tema posto em pauta por aqui muito interessante
parabens anne por questionar pontos
insubstituiveis no aprendizado dos
pequeninos um abraço com carinho marlene

Ana Carla de Jesus disse...

Parabéns Anne,um assunto muito interessante.
Meu filho mais velho esta na 7º serie e tem muitos problemas de de alfabetização,a letra dele é horrível e com muitos erros de português,era melhor ele escrever com letra de mão pois é mais legível,mas as professoras não aceitam!

lucidreira disse...

Gostei muito da sua consideração sobre este assunto, não acho que a escrita cursiva deva desaparecer, pois nós estamos ainda acostumados com ela e passamos isso para os nossos filhos.
Parabéns por abordar esse problema.
Ps. Veja matéria publicada no Blog do Lu Cidreira sobre o assunto: http://lucidreira.blogspot.com.br/2011/09/morte-da-escrita-cursiva.html
Abraço

Smareis disse...

Anne, eu concordo contigo em tudo que disseste.
Acho muito importante a letra cursiva no processo de alfabetização da criança, ajuda bastante na coordenação motora, foi o caso de meu filho que tinha dificuldade e falta de coordenação, ajudou bastante na época da alfabetização alguns anos atrás.
Também sempre achei que a internet está interferindo muito na forma de escrever principalmente em crianças e adolecente.

Ótimo tema !
Beijos e ótima semana!

Blog da Rutha disse...

Eu não sabia que atualmente só se ensina a letra cursiva no 1º ano. Fiquei lembrando do drama de obrigar meu filho a escrever nos cadernos de caligrafia e até agora, aos 23 anos, tem uma letra feinha, mas apesar disso é muito inteligente. A minha filha também lutou para aprender e eu percebi que só agora que começou a faculdade de arquitetura a letra dela melhorou muito. Eu acho uma pena as crianças escreverem com a letra bastão que não é tão bonita e acredito que no futuro nem vão mais escrever.
Post muito importante!
Beijos
Laís

Aaliyahrj disse...

Concordo com você Anne. Fui professora por 16 anos e acho importantíssimo o uso da letra cursiva. Nunca proibi pesquisas na internet, mas sempre exigi trabalhos manuscritos, em folha de papel almaço. Além disso, tinha um diário dentro do meu armário, onde cada um,se assim quisesse, escrevia suas experiências e novidades e fiz um troca de correspondencias, cartas mesmo, entre alunos das duas escolas em que trabalhei. Trocávamos email e mensagens no Orkut, mas apenas ali permitia uso da linguagem "internética". Em sala de aula eles sabiam que deveriam usar letra cursiva e escrever as palavras de forma correta.
Bjoks

Ane disse...

Oi Anne!Hoje vim visitar este seu outro blog,fazia tempo que não passava por aqui...Beijos!

Lucinalva disse...

Olá Anne

Obrigada pelas palavras de carinho no meu blog, amei. Acredito que a letra cursiva é muito importante no processo de alfabetização. Bela postagem. Um forte abraço.

Mamãezinha disse...

Anne! Eu concordo com você sobre o forçado não ser legal. Porém, se os pais toparem o incentivo é bom, assim não acaba algo importante na história da educação. Eu incentivo! Beijos!

Leninha disse...

Minha querida Anne,

Não pretendo ser saudosista,gosto,admiro o progresso e a tecnologia,mas não creio que se deva prescindir da letra cursiva,Fui professora durante 20 anos e a minha maior satisfação era ver os alunos escrevendo,com aquela letrinha redondinha...os cadernos eram muito lindos!Dá pena pensar que talvez isto possa ter um fim,juntamente com nossa lingua,já tão aviltada por este "internetês"
tão usado por nossos jovens.

Bjssssss,
Leninha

Arnoldo Pimentel disse...

Uma postagem muito importante, toda forma de escrever tem seu valor e todas deveriam ser sempre ensinadas.Parabéns, beijos.

Milton Kennedy disse...

Puxa Anne Lieri, super hiper bacana e mui importante este seu post. Parabéns.
Sabia que já trabalhei como calígrafo?
Caso tenha interesse dê uma olhada nesta postagem que elaborei, basta
clicar aqui.

Abraços, saúde e paz interior.

M.Pequeno Príncipe disse...

Anne, muito bom seu post!
Com a dificuldade que Pedro tem em usar lápis, para ele é mais fácil a letra de fôrma.
Eu nem posso dar minha opinião porque não sou professora, mas eu adoro a letra cursiva.
Beijinho
Pedro e Amara

Edilene disse...

Excelente!

Trabalho em duas escolas: uma exige cursiva e outra não. (Isso até o 2º semestre do 2º ano)

Com letra bastão os alunos aprendem ler mais rápido, porém quando chega o momento de ensinar o uso de maiúsculas é muito difícil. Outra dificuldade é o espaço entre as palavras, eles não têm noção, o que fica menos evidente na letra cursiva. Também a transição, o momento que o professor passa exigir a escrita cursiva, alguns alunos sofrem muito. Jurava que o João não iria conseguir. Ele sentiu muito. Só escrevia bastão, e os professores não aceitavam.
Já os alunos que aprendem com cursiva, normalmente separam as palavras com mais facilidade e tem caligrafia melhor, mas demoram mais para ler.
Prefiro ensinar com letra Bastão, mas acho lindo um caderninho caprichado na letra cursiva.
Mesmo trabalhando bastão passo um pouquinho de caligrafia (sem muita pressão), só com adivinhas ou versinhos e estimulo os alunos pedir para a família ler para eles. Eles adoram! Agora o João, coitado, caligrafia todo dia! Kkkkkk
Beijos amiga!

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...