quinta-feira, 28 de junho de 2012

Bater cara



brincar



BATER CARA
( Anne Lieri)



Bater cara: 1, 2, 3
Já vou prá te procurar
Não vá perder sua vez
Se esconda prá eu não te achar!




1, 2, 3... Já estou indo!
Quem não está pronto, azar!...
O caminho vou abrindo
Logo vou te encontrar!




Estará atrás do portão?
Ou na árvore escondido?
Embaixo da cama... não!...
Bater cara é divertido!




1, 2,3... Achei Rosana!
Para o pique vou correr!
Brincadeira tão bacana,
Lembrança boa de ter!

20 comentários:

Palavras disse...

Lembrança boa, lembrança ótima,
De tempos que não voltam mais...

Beijs Anne

Leila

Edilene disse...

Lindo!
João ainda brinca assim! Acho tão meigo!
Saudades da infância!
Beijos

Rô... disse...

oi Anne,

adoro brincadeiras de criança,
pena que nos dias de hoje o video game e o computador tomaram conta desse tempo bom...

beijinhos

✿ chica disse...

Lindo!!Quem não lembra!!!Adorei! beijos,tudo de bom,chica

MA FERREIRA disse...

Que delicia voltar a infancia.... com estas brincadeiras tao inocentes..
amei te ler..
bjinho..

Majoli disse...

ADORÁVEL!!!
Como brinquei de esconder.
Até um certo tempo atrás, vi meus filhos.
Agora, só se for ver os netos, se Deus assim o permitir.
:)

Beijos de um delicioso dia Anne.

Milton Kennedy disse...

Bom dia amiga virtual Anne Lieri,
quando moleque me divertia muito com essa brincadeira de esconde esconde. Era um campeão em escolher lugares para não ser encontrado, rsrsrsrs.
Abraços, saúde e paz interior.

Ah, parabéns pelo poema!

Aleatoriamente disse...

Quero entrar na brincadeira Anne rsss.Minha linda, estou matando saudades.Você está dentro dessa saudade tão forte, precisei vir te dizer.

Adoro te ler, é como se eu pudesse viver de perto cada texto feliz teu.

Muitas vezes brinquei dessa brincadeira com meu amigo invisível, destes que as crianças encontram na sua meninice.

Te deixo um beijo, menina querida

Imac by Artes disse...

Anne querida!
Que versos lindos!
Doce recordação...Gosto de promover brincadeiras assim por aqui,quando os netos vem com amiguinhos,é uma delícia!
Abraços! Um lindo dia pra ti.

Parabéns pela linda entrevista no Sonhar e Ser. Amei! Só confirmou o perfil que tenho de ti. Você é formidável e tem luz própria amiga!

Célia Rangel disse...

Ah! Como brinquei de "bater cara"... era uma delícia! Não havia tristeza, excesso de peso ou indolência! Havia e muita, criatividade!
[] Célia.

Antonio Pereira Apon disse...

Olá Anne.

Muito legal! Tempos que vão mas ficam. Quando a brincadeira é a grande realidade, e o “jogo da vida”, guarda a ludicidade dos sonhos. Pena que a gente cresce, o jogo muda e se desaprende a brincar.

Um abração.

Kunti/Elza Ghetti Zerbatto disse...

Uma das que eu mais gostava.
E ficou mais legal ainda com seus versos.
um grande abraço com carinho

PEPI disse...

Tempos bons que não voltam mais!
Lindos versinhos, Anne
Beijinhos afetuosos e o nosso carinho
Verena e Bichinhos

Socorro Melo disse...

Oi, Anne!

É legal mesmo! Brinquei muito disso com o meu filhote, ele adorava... rsrs


Beijos
Socorro Melo

Mamãezinha disse...

Anne! Laura adora essa brincadeira de esconde-esconde!! Beijos!

ValériaC disse...

Que gracinha sua poema Anne, nos faz lembrar a infância.
Grata pelo seu carinho e lembrança pelo meu niver viu, querida?
Beijinhos,
Valéria

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Muito legal mesmo. Bom recordar isso. beijos, Anne.

Leninha disse...

Minha querida Anne,

Lembrança muito boa mesmo!Me fez voltar à infância e àquele friozinho na barriga quando estávamos em um esconderijo "impossível de ser achado" e se aproximava alguém que nos encontrava...bons tempos da inocência que você,com seu belo poema,nos trouxe à mente.

Bjssssss,amiga,
Leninha

Celina disse...

OI AMIGA ESTOU DE VOLTA, ESTAVA VENDO A BRINCADEIRA INFANTIL , BRI NQUEI MUITO SÓ QUE O NOME ERA DIFERENTE, ERA ESCONDE ESCONDE, LINDOS TEMPOS AQUELES, UM ABRAÇO QUERIDA. CELINA.

Mery disse...

Muito *delícia, lembrei-me da infância; é doce recordar!
Beijinho

Linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...